Como uma alimentação balanceada pode amenizar as dores de cabeça

*Texto revisado pela Dra. Vania Cristina de Santana.

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) mais de 90% das pessoas sofrem ou já sofreram de algum tipo de cefaleia. O quadro de enxaqueca pode ser descrito com uma dor pulsante, na nuca e na cabeça.

E como sabemos, as causas para as dores de cabeça são inúmeras. A lista vai de estresse, para tempo seco, poluição ou até mesmo como sintoma de outras doenças, como sinusite, bruxismo de vigília e mudanças hormonais.

Outra causa muito comum para as enxaquecas diárias são os alimentos, já mencionamos aqui quais alimentos podem se tornar gatilho para as dores de cabeça, mas hoje queremos trazer para você, o que manter na sua alimentação para evitar esse desconforto.

Para saber como aliviar as dores de cabeça com a alimentação, continue a leitura!

 

Importância de manter uma boa alimentação

De uma forma geral, manter uma alimentação equilibrada é essencial para a saúde do corpo.

Ao acrescentar vários tipos de alimentos no seu prato, como verduras, legumes, frutas e grãos, você traz também, vitaminas e minerais fundamentais para o funcionamento do organismo.

Com isso você consegue se prevenir de algumas doenças, além de manter o peso corporal adequado.

Outros benefícios de uma boa alimentação:

  • Melhora o sistema imunológico;
  • Ajuda na memória;
  • Fornece energia;
  • Previne o envelhecimento precoce;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Reduz o cansaço e o estresse.

 

Por que alguns alimentos amenizam as dores de cabeça?

Assim como os alimentos que desencadeiam as dores de cabeça, devido a substâncias que causam a vasodilatação ou então agitam o sistema nervoso, resultando nas cefaleias; também existem alimentos com propriedades benéficas para o organismo.

Alimentos com ação anti-inflamatória e antioxidantes promovem bem-estar, diminuem inflamações e protegem o sistema nervoso central.

Além de consumir alimentos que são ricos em vitaminas e minerais, alguns deles possuem alto teor de água, o que ajuda a promover a hidratação do sistema.

Veja abaixo os benefícios de cada alimento, no controle das dores de cabeça!

 

Alimentos que aliviam as dores de cabeça

Comer alimentos variados – para conseguir todas as vitaminas necessárias – e manter-se hidratado pode ajudar muito a amenizar ou até mesmo prevenir as dores de cabeça.

Ao colocar mais frutas e vegetais na sua dieta é possível controlar a enxaqueca, além de outros desequilíbrios que podem resultar em outras doenças que também tem relação com os diversos tipos de cefaleias.

Para que você saiba quais alimentos adicionar na sua dieta, confira a lista abaixo dos alimentos que mais proporcionam bem-estar e assim, aliviam as enxaquecas.

 

Água

A desidratação é uma das causas mais comuns para as cefaleias. Segundo um estudo, 47% das dores de cabeça são aliviadas quando há um aumento no consumo de água, principalmente se elas estão relacionadas à exposição do sol.

Devido à perda de líquido, o cérebro se contrai de forma temporária. Ao manter o organismo hidratado, essas contrações são evitadas e assim não resulta nas dores de cabeça.

Por isso, ao menor sinal de sede, beba água, principalmente no verão. O indicado é ingerir 2 litros de líquidos por dia, seja água, sucos ou chá.

 

Oleaginosas e leguminosas

A falta de magnésio no organismo pode ser a causa das dores de cabeça frequentes, já que ele auxilia no relaxamento dos vasos sanguíneos, diminuindo as dores.

Além disso, as oleaginosas também contém selênio, que ajuda a reduzir o estresse, além de regular a serotonina, considerada o hormônio do bom humor.

Já as leguminosas são fontes de vitaminas do complexo B, responsáveis por proteger o sistema nervoso central.

Veja abaixo algumas oleaginosas e leguminosas que contêm esses nutrientes:

  • Amêndoas;
  • Avelã;
  • Castanhas;
  • Amendoim;
  • Nozes;
  • Feijões;
  • Lentilha;
  • Grão-de-bico.

 

Chás

As infusões de ervas – mais conhecidas como chás – têm propriedades calmantes que ajudam o organismo a relaxar e assim, diminuir os sintomas de ansiedade e também reduzir o estresse.

Como a ansiedade e as dores de cabeças andam lado a lado, conseguir controlar esse quadro é fundamental para o bem estar em geral.

As infusões de ervas também possuem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.

Inclusive, há evidências de que o chá de gengibre pode ajudar em uma cefaleia tensional.

De acordo com a American Migraine Foundation, o chá de hortelã-pimenta se mostrou eficaz nos sintomas de congestão e pressão nos seios da face, sintomas comuns em dores de cabeça nessa região.

Além disso, os chás também proporcionam a hidratação do corpo. Por isso, sempre que possível, faça os chás abaixo para aliviar os sintomas de dores de cabeça:

  • Chá de Gengibre;
  • Chá de Camomila;
  • Chá de Hortelã;
  • Chá de Erva-doce;
  • Chá de Cidreira;
  • Chá de Maracujá;
  • Chá de Lavanda.

 

Brócolis

Já o brócolis pode ajudar a prevenir a enxaqueca menstrual.

Durante o período menstrual, as mulheres ficam mais sujeitas a sofrerem de dor de cabeça; isso acontece devido às mudanças nos níveis hormonais.

A queda do estrogênio que acontece um pouco antes do ciclo, pode acarretar em crises.

Como o brócolis possui fitoestrógenos, um composto hormonal ativo, ele ajuda a prevenir ataques de enxaqueca em mulheres na pré-menopausa. Esse composto pode ser achado na couve de bruxelas e também na acelga.

 

Peixes gordos

Peixes gordos como salmão, atum, cavala e sardinha possuem ômega 3, uma gordura saudável com ação anti-inflamatória.

De acordo com uma pesquisa americana, pessoas que adicionaram esse tipo de peixe em suas dietas, tiveram menos dor de cabeça, do que aqueles que não incluíram.

 

Sementes e grãos

Pessoas que sofrem de enxaquecas podem encontrar alívio ao consumir alguns tipos de sementes e grãos. Pois eles também são fontes de ômega 3, magnésio e fibras – que ajudam na flora intestinal, ajudando a diminuir inflamações corporais.

Sementes e grãos que ajudam no alívio da dor de cabeça:

  • Chia;
  • Gergelim;
  • Linhaça;
  • Sementes de abóbora;
  • Aveia;
  • Quinoa;
  • Arroz integral.

 

Café

O café (ou o chocolate amargo) pode diminuir as dores de cabeça, caso ela seja resultado de uma abstinência pela cafeína. Sendo esse o motivo, é recomendado diminuir a dosagem de café ao longo do dia.

A cafeína está presente em alguns medicamentos para dor de cabeça, porém, em alta quantidade pode trazer o vício e acabar causando mais dores do que alívio.

Vale lembrar que a cafeína pode permanecer no organismo por até cinco horas, portanto, se você consome mais do que uma xícara pequena (100mg) por dia e sente que suas dores de cabeça tem relação com a falta dessa substância, tente controlar o consumo.

 

Outros alimentos que podem auxiliar no controle das cefaleias

Quando um alimento contém antioxidantes, anti-inflamatórios, vitaminas e minerais específicos, eles se tornam aliados no combate a dores de cabeça, por isso mude sua alimentação e perceba uma melhora na frequência das crises.

  • Gengibre;
  • Ovos caipira;
  • Cenoura;
  • Cogumelos;
  • Abóbora;
  • Orégano;
  • Cravo;
  • Canela;
  • Folhas verdes.

 

Frutas que aliviam as dores de cabeça

Além das frutas conterem um alto teor de água e assim evitar a desidratação, elas também contém muitos nutrientes que são fundamentais para reduzir as cefaleias.

Algumas das frutas que serão mencionadas, possuem triptofano, um aminoácido que promove o relaxamento dos vasos sanguíneos. Outras possuem vitaminas do complexo B.

As frutas ricas em antioxidantes ajudam aliviar a pressão dos seios nasais. Por isso, sempre que possível, procure incluir essas frutas em suas refeições!

Frutas benéficas para reduzir as cefaleias:

  • Amora;
  • Aveia;
  • Abacate;
  • Banana;
  • Caju;
  • Framboesa;
  • Maçã;
  • Melancia;
  • Morango;
  • Mirtilo;
  • Kiwi.

Vale lembrar que cada fruta vai suprir aquilo que está faltando no seu organismo. Se a sua cefaleia é por falta de água, a melancia se encaixaria melhor, já que 92% dela é água. Se este não é o fator dominante, não terá efeito sobre as dores.

 

Alimentos que podem intensificar as dores de cabeça

Alguns alimentos podem promover a dilatação dos vasos sanguíneos, apesar de ser algo natural, essas mudanças podem ter grande impacto para as pessoas que já têm uma predisposição para enxaquecas.
Por isso é importante evitar estes alimentos. Confira abaixo:

  • Café;
  • Álcool;
  • Chocolate;
  • Queijos.

Caso você queira entender mais sobre esses alimentos e a relação com as dores de cabeça, clique aqui.

 

Procure um especialista!

Por não saber por qual motivo sua dor de cabeça se originou é importante você procurar um especialista. Pois além de uma alimentação inadequada, as cefaleias podem surgir por muitos motivos e inclusive serem sintomas de doenças sérias.

Algumas dores de cabeça tem relação com o estresse e a ansiedade, que acabam gerando um hábito no paciente de manter os dentes apertados por muito tempo.

Esse apertamento dentário que ocorre ao longo do dia, pode resultar no bruxismo de vigília e trazer muitos incômodos, como:

  • sensibilidade dentária;
  • dores na face;
  • zumbido no ouvido;
  • língua e bochecha com sinais de mordiscamento;
  • cefaleias de tensão.

Para tratar esse distúrbio é preciso buscar um especialista em dor orofacial para que ele possa identificar qual o melhor tratamento.

Portanto, mude sua rotina, mas não se esqueça de procurar um especialista, caso perceba que as dores de cabeça ainda são constantes.

 

Conclusão sobre alimentos para aliviar a dor de cabeça

Tão importante quanto saber quais alimentos ativam os gatilhos para as dores de cabeça é saber quais deles aliviam esse sintoma. Entretanto, a alimentação não é o único fator decisivo para melhorar as crises.

Siga uma rotina saudável de exercícios físicos e tente dormir bem, para que assim o resultado possa ser ainda maior.

Mas, se mesmo alterando a sua alimentação e mudando o seu estilo de vida a sua dor de cabeça persistir, procure um profissional que possa auxiliá-lo a encontrar quais motivos estão causando suas cefaleias.

 

A LIVA possui especialistas capacitados em identificar quais fatores podem estar ocasionando suas dores de cabeça. Caso essa seja a sua situação, entre em contato conosco.

 

Artigos Relacionados

Precisa de ajuda? Converse Conosco