fbpx

Como a ansiedade está relacionada com a dor de cabeça?

Os malefícios do uso constante de remédios para dor de cabeça
Os malefícios do uso constante de remédios para dor de cabeça
dezembro 16, 2019
Entenda o que é o bruxismo diurno e saiba seus principais sintomas!
Entenda o que é o bruxismo diurno e saiba seus principais sintomas!
dezembro 16, 2019
Exibir tudo

Como a ansiedade está relacionada com a dor de cabeça?

Como a ansiedade está relacionada com a dor de cabeça?

A dor de cabeça é um problema muito comum nos dias de hoje. Ao perguntar para as mais variadas pessoas em seu círculo social sobre quando foi a última vez que tiveram dor de cabeça, elas certamente responderão que o último episódio foi recente.

Embora muitas pessoas não associem, a depressão é uma condição de saúde que está intimamente relacionada a dor de cabeça.

Isso porque o cérebro de pessoas ansiosas costuma funcionar de maneira potencializada, liberando hormônios, trazendo preocupações e causando tensões dos mais variados tipos.

No artigo de hoje vamos falar sobre a relação entre ansiedade e dor de cabeça.

Um breve resumo sobre a ansiedade

A ansiedade é uma emoção natural que acomete todo o ser humano e é relativamente comum quando se enfrenta qualquer tipo de adversidade, seja na vida pessoal ou na vida profissional.

Entretanto, a ansiedade, de maneira excessiva, pode se tornar um distúrbio. Um verdadeiro problema de saúde.

Pessoas que são acometidas por distúrbio de ansiedade, sentem de maneira geral, uma preocupação e medo extremo, em situações simples e rotineiras.

Além de vir acompanhado de sintomas físicos que atrapalham as mais variadas atividades do cotidiano, uma vez que se trata de uma sensação difícil de se controlar.

Alguns sinais clássicos de ansiedade são:

  •       Tensão constante;
  •       Nervosismo sem causa aparente;
  •       Dificuldades de concentração;
  •       Preocupações exageradas;
  •       Insônia;
  •       Irritabilidade excessiva;
  •       Agitação de braços e pernas;
  •       Dor de cabeça.

 

Leia também: Como o emocional pode afetar a saúde do corpo

Alterações físicas causadas pela ansiedade

Acreditar que a ansiedade pode causar apenas sintomas psicológicos é um mero engano. Esse tipo de distúrbio pode afetar o corpo físico de muita gente das mais variadas formas, e, assim, trazer uma série de transtornos e dificuldades para o dia a dia.

Vamos mostrar algumas alterações físicas causadas pela ansiedade.

Alterações intestinais e estomacais

A maioria dos problemas digestivos possuem origem emocional.

A tensão e preocupações constantes alteram a motilidade intestinal e até mesmo a produção de suco gástrico no estômago, trazendo problemas como diarreia, prisão de ventre e gastrite nervosa.

Tensão muscular

Outra alteração física muito comum em pessoas ansiosas é a tensão muscular.

Pescoço, ombros, punhos, pernas e também maxilares de pessoas ansiosas tendem a se manterem contraídos, justamente pela sensação de nervosismo e de que algo ruim está para acontecer.


Leia também: Dor de cabeça e tensão: entenda essa relação


Insônia

A sensação de ansiedade traz também prejuízos diretos ao sono. Quem sofre com esse tipo de transtorno, geralmente possui dificuldades para dormir e tende a ficar acordando em diversas situações durante a noite.

Dor de cabeça

As alterações intestinais, aliadas a tensão muscular e a falta de descanso incidem diretamente sobre os comportamentos diários, resultando em dores de cabeça que podem se tornar extremamente crônicas.

Pessoas ansiosas são automaticamente mais tensas, estressadas e facilmente acometidas por dores de cabeça.

Ansiedade, bruxismo de vigília e dor de cabeça: uma relação linear

Os efeitos da ansiedade na saúde das pessoas podem ser devastadores.

Uma das principais consequências desse tipo de distúrbio exatamente se dá no desenvolvimento do bruxismo de vigília, que pode culminar em fortes dores de cabeças.

O bruxismo de vigília, também é conhecido como bruxismo diurno e se caracteriza pela tensão da arcada dentária e da pressão extrema sobre a articulação temporomandibular.

Essa grande pressão sob essa articulação resulta em dores de cabeças tensionais extremamente dolorosas e incômodas, em regiões como têmporas, testa e face, podendo descer para o pescoço e ombros.

É possível afirmar que a ansiedade está diretamente relacionada com a dor de cabeça de maneira linear.

Primeiramente, o paciente se torna ansioso, pelos mais variados motivos: estresses na vida pessoal ou então pressões e metas no ambiente profissional, por exemplo.

Em seguida, como manifestações do estresse, surge a questão da ansiedade que tende a trazer tensões para o paciente.

Por fim, essas tensões podem ser gatilhos para o bruxismo de vigília, causando, assim, dores de cabeça extremamente incômodas.

Ao realizar esse tipo de pensamento, é fácil concluir que a ansiedade está diretamente relacionada com a dor de cabeça. 

Tratando a dor de cabeça relacionada à ansiedade

A dor de cabeça relacionada à ansiedade pode ser tratada de diferentes maneiras. Dentre as principais formas de tratamento estão sessões de terapia, aliadas até mesmo a medicamentos.

Além disso, como forma de extravaso da tensão, a prática de atividades físicas e culturais também é de grande valia.

No entanto, é possível afirmar que mesmo com essas práticas, a remissão do problema pode não ser resolvido de modo adequado.

Sendo assim, apostar em tecnologias inovadoras, simples e sem o uso de fármacos pode ser uma ótima opção.

O tratamento LIVA é o alinhamento perfeito entre a tecnologia e o fator humano. O acompanhamento de um dentista certificado LIVA garante o tratamento personalizado para o seu caso. Através do uso do dispositivo DIVA®, o paciente se conscientiza de seus hábitos orais nocivos e, assim, consegue se reeducar.

Não deixe que a dor de cabeça atrapalhe a sua vida e entre em contato com os nossos profissionais!

Precisa de ajuda? Converse Conosco