8 Dicas para reduzir o cansaço no final do dia

Não há quem não sinta cansaço no final do dia. A exaustão é comum entre os brasileiros.

Conforme aponta uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública, o IBOPE, o nível de esgotamento mental ou físico atinge 98% da população. A exaustão é uma condição do corpo que pode ter origem emocional, como a depressão e o estresse, além de cansaço físico.

Identificando o problema

Quando a fadiga é inexplicável e se repete por dias e dias, significa que algo está errado com sua saúde.

Muitas vezes tentamos buscar a real causa do sintoma e não encontramos, por isso é importante procurar um médico ou observar bem a rotina diária para entender o que pode estar causando a falta de energia.

A correria do dia a dia, a falta de tempo para parar e descansar o necessário, além do sedentarismo estão entre as principais causas do cansaço.

A pressão no trabalho também é algo que influencia muito na disposição. Mas, há aqueles que já acordam cansados e sentem dificuldades ao longo do dia.

Sobrecarregar o corpo e a mente pode trazer consequências ao organismo. Não é somente a sensação de moleza e a sonolência que vêm com a exaustão.

A fadiga também tira a concentração, atrapalha a produtividade, causa dores de cabeça e a longo prazo, pode gerar astenia ou cansaço crônico, exigindo tratamento com medicamentos para melhorar os sintomas.

Cansaço e fadiga também causam acidentes de trânsito

O cansaço excessivo se parece com o efeito do álcool no organismo: gera um estado de embriaguez, diminui a função de raciocínio e agilidade mental e motora. Com isso, o condutor não consegue reagir imediatamente a alguma possibilidade de perigo.

De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, 42% dos acidentes de trânsito são causados por motoristas com sono. Outros 18% são resultantes da fadiga da rotina dos condutores. A ligação com sono e cansaço somam 60% do total dos acidentes no país, conforme a pesquisa mostra.

Mudanças de hábitos que reduzem o cansaço no final do dia

Noites mal dormidas, alimentação precária e alterações hormonais são grandes causadores do cansaço no final do dia. Algumas pequenas mudanças nos hábitos diários podem ajudar a ter mais energias para enfrentar as tarefas rotineiras.

Confira nossas dicas a seguir e veja os bons resultados que essas atitudes trarão para sua vida.

1. Pratique exercícios

Deixar de praticar exercícios piora ainda mais o quadro de fadiga.

Matricule-se em uma academia e inclua na sua rotina os exercícios diários. Apenas 20 minutos de atividades moderadas irão te fornecer energia para o dia todo, evitando o cansaço.

Com a prática, os hormônios do prazer são liberados, melhorando também o desânimo emocional.

Além de diminuir o estresse e a ansiedade, o exercício atua na regulação metabólica, reduzindo os níveis de insulina no organismo, que fazendo com que o hormônio do crescimento seja liberado em maior quantidade, reparando os tecidos e o metabolismo.

2. Organize melhor sua rotina

O cansaço no final do dia pode ser evitado com uma rotina bem organizada.

Estabelecer horários, separar um tempo para as pausas e descanso e deixar as tarefas bem organizadas são fundamentais para garantir a tranquilidade diária.

Cuidado para não e sobrecarregar com muitas atividades ao mesmo tempo. Você precisa respeitar os limites do seu corpo.

Uma mesa bagunçada já é o suficiente para fazer com que a gente se sinta cansado. Um local limpo e organizado é parte importante para aliviar o estresse, melhorar a disposição, a ansiedade e o ânimo para trabalhar.

3. Beba água

A desidratação diminui o volume sanguíneo e faz com que seu coração bombeie com menos eficiência, reduzindo a velocidade com que os nutrientes chegam aos órgãos e músculos. Por isso, é muito importante manter-se hidratado sempre.

O ideal é consumir em média 2 litros de água por dia para evitar a fadiga no final do dia.

4. Cuidado com a ansiedade

O cansaço e a ansiedade muitas vezes andam juntos. Quando estamos ansiosos, o cortisol, hormônio do estresse inunda o corpo, levando ao cansaço ou a insônia.

Mas, o cansaço também pode causar ansiedade, pois se a pessoa trabalhar demais e não conseguir dormir o suficiente, pode ficar ansioso por causa das energias esgotadas.

Os hormônios do estresse produzem uma resposta de fuga ou luta quando são liberados no organismo. Mas, quando essa liberação é constante, eles se acumulam no corpo, aumentando a pressão arterial e os níveis de ansiedade.

Fazer terapia, diminuir a intensidade das atividades, melhorar a qualidade da ingestão de alimentos, entre muitas outras técnicas podem ser úteis para evitar que a ansiedade te deixe exausto e prejudique sua rotina.

Fazer algum exercício e dormir o suficiente durante a noite podem reduzir o cansaço, contribuindo também para a redução da ansiedade.

 

Leia também: Como o emocional pode afetar a saúde do corpo

5. Mude os hábitos alimentares

Evite ingerir alimentos muito gordurosos.

Uma dieta com muita gordura deixa você mais cansado, com sensação de moleza. Isso porque o corpo altera a circulação sanguínea e concentra a energia no intestino para processar a gordura.

A irrigação do cérebro e dos músculos diminui, aumentando o cansaço e a fadiga. Alimentos com fibras evitam os picos de altos ou baixos de energia por causa da digestão lenta.

6. Reduza o uso da tecnologia

A tecnologia é um grande aliado e nos ajuda nas tarefas do dia a dia e também na hora do lazer. O problema é que ela possui elementos excitantes que atrapalham nosso descanso e a qualidade do sono.

A luz dos aparelhos também prejudica a produção da melatonina, hormônio responsável pelo sono. Reduza o uso de celulares e televisores antes de dormir.

 

Leia também: Qual a importância de ter uma boa qualidade do sono?

7. Bom humor evita o cansaço

Se você está de bom humor, os pensamentos negativos se afastam.

Manter uma postura positiva contribui para a saúde mental, dando sensação de prazer e relaxamento e diminuindo o cansaço.

Ao se manter bem-humorado, o corpo libera hormônios responsáveis pela felicidade. Ter momentos de lazer vai aliviar a mente, agindo contra o estresse e o cansaço e dando mais alegria e otimismo.

8. Procure um especialista

Se sua fadiga é persistente, procure um especialista.

Observe sintomas que podem indicar que algo não vai bem, como dores de cabeça constantes, problemas de sono, tensão ou dores musculares, etc.

A partir daí, busque um profissional da saúde que possa te ajudar a encontrar as causas e conduzir o melhor tratamento.

 

Leia também: 10 dicas para melhorar a qualidade de vida

 

“A LIVA é um tratamento especializado em cefaleias tensionais, ocasionadas pelo bruxismo de vigília. Se você acha que suas dores de cabeça estão relacionadas com esse transtorno, realize o nosso teste.”

 

Artigos Relacionados